11.9.17

Julguei que te tirara de mim!

attractive, beautiful, curtain
Feelme/Julguei que te tirara de mim!Tema:Sentimentos!

Estou quieta, não sei o que dizer, o meu corpo não me obedece, tenho vontade de correr, de não parar até que sinta que estou segura, mas não acontece nada e fico à espera, a ouvir-me mover por dentro, sentindo o coração que galopa enquanto te aproximas, seguro, afastas todos os que se atravessam à tua frente, empurrando-os. Os teus olhos parecem aflitos, não queres perder-me na multidão e eis que me alcanças.

Os segundos pareceram horas, não paras de me olhar, a tua testa está franzida, tens o semblante pesado e quase que te consigo ouvir respirar. Senti o teu toque, as tuas mãos estão quentes, fortes, apertam-me tanto, que quase deixo sair um grito de dor.

- Por favor, calma, estás a magoar-me.
- Quieta, se te moveres juro que faço amor contigo, aqui mesmo, à frente de toda esta gente. Não fales, preciso de te ver bem e de te tocar, estás aqui.

Já não disse mais nada, não me atrevi, acho que até sustive a respiração. Não senti medo, apenas o desejo a correr-me nas veias à velocidade do sangue. Incrível como algumas pessoas nunca chegam a sair de nós, mesmo que as tentemos apagar. Vi e revi cada momento da nossa vida e senti o sabor que deixavas na minha boca, a forma como só tu sabias mover o meu corpo, recordei os teus gemidos, senti o teu amor por mim outra vez, e isso sim assustou-me.

Levantaste-me do chão, pousaste-me determinado no teu colo e eu aninhei-me no teu peito. Já sabia o que ia acontecer, como e durante quanto tempo, mas queria-o, desejava-o agora e ia deixar que me levasses, porque tudo o resto deixara de importar.

Julguei que te tirara de mim, não sei onde estava com a cabeça, porque tu és o mesmo que amei antes e isso não podia ter mudado, nem que passassem cem vidas. Sei-o agora!